segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Requiem

Domingo, 15:00. Almoço com amigos. Muitas risadas, pessoas de bem. No almoço: Massa, carne e crianças. Não, não.. Não comemos as crianças; eles é que nos almoçaram com sua graça e encanto. Depois saimos; chovia e giramos. A nossa frente, o desespero. O nada, a vida e o nada. O susto, o imprevisível. O indescritível. O assustador. Mas por que você fez isso comigo? Por que fez isso com ela? Com ele não! Não pode fazer nada com ele! Não deve, não se atreva! Nunca mais o arrisque dessa forma. Embora tenhamos nossa parcela de culpa, ele não tem nada a ver com isso. Ele é lindo, belo, inteligente, sagaz, "bom demais" pra ser verdade; ele é a nossa verdade e você fez o que? Você evitou o pior? Pra mim você promoveu a "quase-desgraça"; você nos pôs na beira do abismo. Você nos fez a vida girar em segundos, a ponto de nos tontearmos diante de nós mesmos. Eu via o medo em seus olhos. Eu pude vê-lo também. Eu pude olhar nos Teus olhos. Você estava ali, diante de mim. Por que eu? Por que ela? Ok, ok... as respostas virão com o tempo, mas ele não. De novo não. Nunca mais o arrisque dessa forma. Ele é a nossa verdade e peço que não mais o ponha a prova de nada, Deus.

6 comentários:

Amabile disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amabile disse...

Não questione o pq. Mas deixe que Deus nos mostre o caminho...mesmo que seja ao nosso ver o incorreto, ele saberá como nos mostrar a aprendizagem de lidar com tais situações até as mais dificeis e dolorosas.
Não foi Ele que pôs nosso pequeno a prova, mas sim Ele que mostrou tamanho amor que tem por ele e por nós dando-nos mais esta proteção.
Vamos ter fé tudo vai se acertar...mais uma vez.
Te amo

Alvaro disse...

É meu amigo, e ti, sempre pelo caminho das pedras quando se trata disto!
Apesar de tudo, o tempo urge e todos são colocados à prova! Até as pessoas que mais amamos e queremos proteger! Ou será que estamos aqui a passeio... Felizmente não!!!

Débora disse...

A quem você se refere quando diz "ele"? Logo você, acreditando nessas coisas... things change...rs.

Gostei muito do texto, das palavras e da construção das idéias. É um ótimo exercício para transferir em palavras aquielo que está dentro da caixola.

Pena que quem não saiba do ocorrido não o entenda. Se essa foi a asua intenção, parabéns!

Débora disse...

Sugestão de pauta

Teremos a oportunidade de ler algo sobre o fenômeno mundial Barak (o Deus) Obama?

Isabel disse...

Por que vc... Por que ele.. Por que ela... Por que precisamos ser polpados? Por que não passar por tudo isso e simplesmente AGRADECER por não ter passado nada pior? É hora, aliás, já passa da hora, de repensar a respeito de tuas crenças. É hora de crescer porque "ele" reagiu bem melhor do que vc, inclusive,tenha certeza que ELE o estava amparando para que vcs juntos pudessem aproveitar essa oportunidade para fortalecerem ainda mais esses laços tão frágeis que os unem, ainda. Tenho certeza que esses laços se fortalecerão em muito breve, inclusive aproveitemos que o natal está chegando e os laços (lá na 25 de Março) estão baratinhos, é só 1,00 real e leva três, quem sabe fica amarrado bem forte. Te amo muito e tenha certeza que esses porques serão esclarecidos, se for um bom menino...